• (+244) 941276435, 996734759
  • info@angolacomunica.com
  • Seg - Sex : 08 : 00 - 17 : 30

Para aderir ao ANGOLA COMUNICA, o interessado deve escolher um dos pacotes de adesão (na ficha de inscrição) que o habilitará a fazer parte de acordo a sua escolha. Ler atenamente o presente documento, regulamentos e outros diplomas, que orientam todo o processo de adesão e participação ao evento. Os casos omissos, interpretação e aplicação das normas aqui definidas, serão esclarecidos pela organização e a parte envolvida, mediante acordos extras.

O processo de adesão ao ANGOLA COMUNICA, principalmente para empresas, deverá obedecer aos seguintes requisitos:

1.  Formalizar o processo de inscrição, por escrito, através do preenchimento directo da ficha de inscrição, fornecido pela organização e, aguardar pela confirmação.

2. São permitidas candidaturas conjuntas de até duas empresas, basta que cada uma delas preencha o seu dossier e anexem ao mesmo processo, com o devido comprovativo de pagamentos.

3. São permitidas candidaturas nacionais e estrangeiras, de empresas que operam ou não em território angolano.

4. As candidaturas podem ser feitas, até dez dias antes do evento, depois do prazo previsto, o acesso fica a depender de autorização especial da organização, de acordo a disponibilidade de espaço e outros aspectos a observar.

5. As condições de acesso deveram ter em observância, os seguintes aspectos:

    a. Passe/Credencial – Servirá para identificar todos que participarão do ANGOLA COMUNICA cada um de acordo a sua área e forma de participação ou pacote.

    b. Livre Transito – Servirá para aquelas entidades que terão a liberdade de circular em qualquer parte do espaço e frequentar a todos eventos organizados em torno do ANGOLA COMUNICA.

    c. Ingressos e Convites – Equiparado ao ponto anterior, mas de forma direcionada e selectiva, para frenquetar em eventos específicos.

Para fazer parte da EXPO-COMUNICA, serão admitidas empresas e produtos com as seguintes condições:

1. EMPRESAS: Estas poderam estar ou não voltadas ao sector de forma directa ou indirecta. Estarão voltadas ao sector de forma directa, aquelas cujo objecto social, consiste exatamente na prestação de serviços voltados a comunicação e ao audiovisal. As empresas voltadas ao sector de forma indirecta, são aquelas que prestam serviços de apoio à comunicação e ao audiovisual. Em ambos os casos podem fazer parte do evento. De acordo a uma prévia aprovação da organização, poderão ser autorizados a fazer parte do evento outros tipos de empresa.

2. Tal como no ponto anterior, os produtos a expor também devem estar directamente ligados ao sector da comunicação e audiovisual, ou áreas de apoio.

3. A classificação final da natureza dos serviços, produtos e empresas a creditar para o evento fica sempre ao critério da organização.

4. As empresas devem funcionar ou manter no stand, um número até cinco funcionários, por cada 3m2.

5. Os produtos a expor, não podem conter preços, nem ser retirados da montra para venda directa, a empresa deve encontrar mecanismos de venda e entrega dos produtos, sem afectar os produtos em exposição.

6. Depois de oficializada e confirmada à inscrição, a empresa deve apresentar uma maquete do seu stand, cópia do BI e número de funcionários, foto meio corpo, para o devido credeciamento.

7. O ponto anterior aplica-se de igual modo a empresas contratadas pela organização e expositores, para prestar serviços técnicos e outros inerentes à feira e aos expositores.

OBS: O processo de credenciamento para os expositores, a cima do previsto no pacote de inscrição, fica sujeito a uma taxa de 2000 KZ, por cada credencial.

O processo de montagem e desmontagem de stand deverá ter em conta o seguinte:

1. A organização tem parceria com uma empresa que fará a montagem de todos os stands, dentro dos prazos previstos, no pacote OURO. O expositor, caso ache conveniente, tem toda a liberdade de trazer ou cuidar da sua própria montagem e demosntagem com uma empresa externa, pelo que a organização não se responsabilizará por qualquer situação menos boa que possa acontecer.

2. O expositor não pode em circustância nenhuma, ceder as suas credenciais a terceiros, muito menos expor produtos destes, sem prévia autorização da organização. Caso tenha alguma autorização, a mesma poderá ser mediante uma taxa adicional.

3. A montagem de stands e equipamentos, não concluidos até um dia antes do evento, em caso de atraso poderá implicar a não abertura do stand, cabendo ao responsável pelo atraso, assumir as consequências inerentes ao mesmo, com empresa, organização e outros. No caso de ser um montador externo, a organização não assumirá qualquer responsabilidade.

4. Os dias e horários de montagem e desmontagem devem ser cumpridos na íntegra, os atrasos estarão sujeitos a uma taxa adicional imputáveis ao responsável pelo mesmo, de acordo as normas do espaço.

5. O expositor pode solicitar um espaço maior em relação ao previsto no pacote, para atender as suas necessidades.

6. No acto de montagem de produtos e equipamentos, o expositor deve entregar uma guia de produtos e serviços ou de tudo que der entrada ao espaço de exposições.

7. Sobre os serviços tercerizados e outras necessidades, importa ter em conta o seguinte:

   a. A organização responsabiliza-se, pelos serviços de segurança e limpeza nos espaços colectivos, sendo que cada expositor zelará pela limpeza e segurança dos seus stands, podendo recorrer à contratação externa, e tratar os devidos credenciais.

   b. Qualquer outro serviço não previsto no presente documento, nem na ficha de inscrição, o interessado deverá requisitar a organização ou propor formas de colmatar a mesma necessidade, para a devida autorização, tendo em conta o presente documento, as normas do espaço e outros.

   c. Todos os serviços relacionados à electricidade fora do stand devem ser feitos pela equipa que cuida da mesma no espaço, ficando vetada qualquer contratação externa pela organização ou expositor. As necessidades extra de energia estão sujeitas a taxa, sendo responsabilidade de quem requisitar.

As políticas de preços, pagamentos e multas, para aderir ao ANGOLA COMUNICA, regem-se pelo seguinte:

1. Ao formalizar e ver a sua candidura aprovada por escrito, ao expositor obriga-se a liquidar 50% da factura anexada ao documento que confirma a inscrição. Os outros 50% devem ser pagos até 10 dias antes do evento. Qualquer outro prazo ou percentagem devem ser negociados com a gestão comercial do ANGOLA COMUNICA. Toda inscrição fora do prazo, o expositor obriga-se a pagar em uma prestação.

2. Em caso de incumprimento do ponto anterior, ao expositor obriga-se a pagar uma taxa de 50%, caso o incumprimento persista, a inscrição é cancelada sem qualquer reembolso.

3. Os pagamentos feitos na ordem dos 100% ou em uma só prestação, o expositor beneficia de 5% de desconto directo e um estacionamento durante os três dias.

4. Os pacotes prata e ouro na ficha de inscrição já incluem a taxa de inscrição e todos os serviços anexados ao mesmo.

5. As notas de preços devem ser reclamadas por escrito, num prazo de 24h, a contar com a data da repção do documento.

6. Todos os custos relacionados a necessidades extras, não declaradas em cada pacote de adesão, são de inteira responsabilidade do expositor.

7. Em caso de cancelamento de inscrição, a mesma deve ser feita por escrito até cinco dias antes do evento, e aguardar diferimento em menos de 24h, sem qualquer garantia de reembolso por conta dos serviços já prestados a e pela organização, salvo se as razões do cancelamento sejam imputáveis de forma directa à organização, ainda assim o reembolso não será a 100%.

Sobre a publicidade no ANGOLA COMUNICA, fica definido o seguinte:

1. Toda forma de publicidade e sua gestão, é de inteira responsabilidade da organização, salvo se esta contrate um ou vários serviços especializados para tal.

2. Os expositores podem montar leeds nos seus stands, desde que não interfiram nos espaços públicos, podem distribuir flayer nos espaços públicos e convidar os visitantes ao seu stand. O sistema de som e animação é colectivo, os expositores poderão pagar por serviços de citação e passagem do spot áudio e vídeo.

3. A entrada na zona de exposições será montada uma LEED gigante, para inserção do spot de vídeo, vídeos institucionais, projecção de momentos dos stands e outros.

4. A produção e distribução do catálogo do evento são de inteira responsabilidade da organização.

5. A organização declina-se pelo atraso na entrega do material para todas as formas de publicidade, fora dos prazos previstos

Visando uma maior e melhor organização no cumprimento do presente diploma, ficam assim as partes comprometidas com:

1.  Cumprir e fazer cumprir, este e outros documentos que possam regular o evento.

2. Agir sempre na base do princípio do bom senso e boa fé, promovendo a paz e a harmonia social, antes, durante e depois do evento, salvaguardando sempre a boa imagem de outrem, denunciando de forma pontual situações que possa perigar o trabalho alheio.

3. Manter o stand aberto e com serviços de atendimentos sempre disponíveis.

4. As partes devem sempre zelar pelos serviços de segurança e limpeza que lhes cabe.

5. Zelar pela segurança e limpeza dos espaços, conforme definido no presente documento.

Por questões de segurança e organização, os expositores ficam restringidos ao seguinte:

1. Exceder o número de inscrições conjuntas e o número de funcionários em cada 5m2, bem como evitar a exposição de produtos não inscritos.

2. Expor produtos e serviços que ofereçam perigo aos outros expositores, visitantes e a estrutura do espaço onde decorre o evento, sem observar as normas de segurança local e das autoridades.

3. Expor produtos inflamáveis sem tomar as devidas medidas de segurança e autorização da organização e da autoridade competente.

4. Proibido circular com máquinas, material de corte, soldadura, lixadeiras, pintura, carga e descarga, veículos motores, manuais ou a tracção, em espaços não autorizados, principamente dentro da zona de exposição.

5. Proibido expor produtos e serviços que façam apologia ao sexo, violência física, verbal e psicológica, bem como qualquer forma de descriminação racial, sexual, religiosa e outras.

6. Proibido manter o stand fechado, ou sem funcionários, dentro dos dias e horários normais da feira.

7. O incumprimento de qualquer um dos pontos descritos anteriormente dá cancelamento directo e imediato da inscrição e participação na feira, sem qualquer reembolso e indemnização.

Luanda, 10 de Janeiro de 2019

© Copyright 2019 Desenvovildo por Kwantoé